27062017Últimas:
27 de Junho de 2017, 15:58

Os discursos de Fidel Castro, que tiveram grande influência na esquerda brasileira

.

.

A gravação abaixo é um bom exemplo do estilo falastrão e passional de Fidel Castro, que morreu em janeiro deste ano, aos 90 anos de idade. Na televisão, rádio ou palanque, eram sempre falas longas e cansativas, com até seis horas de duração.

.

Ao eliminar todos os opositores e controlar toda a comunicação, Fidel instalou o culto à personalidade, técnica adotada por todas as ditaduras. E sem dar espaço para críticas, mesmo em sua equipe de seguidores, ficou livre para fazer o que mais gostava, que era discursar sobre os próprios feitos e atacar os seus inimigos.

.

Conheça também o grupo Memória Mundial no Facebook. Clique aqui para abrir a página.

.

.

Nesta gravação da TV de Cuba em 1967, Fidel Castro falava sobre a morte do aliado, Che Guevara, que tentava implantar a guerrilha na Bolívia.

.

.

Fidel Castro em Brasília, logo após a tomada do poder em 1959, ao lado do vice João Goulart e do então presidente, Juscelino Kubitscheck.

.

.

O guerrilheiro Che Guevara foi condecorado em 1961 pelo então presidente, Jânio Quadros.

.

.

A crescimento da influência cubana no Brasil só foi contida com a tomada do poder pelos militares em 1964, com Castelo Branco na presidência. Mas renasceu nos anos 1980, com a reabertura política.

.

.

Clique aqui para ver outros destaques de hoje no Portal Memória Brasileira.

.

.

..

Que mais?

Publicações Relacionadas

Deixar uma Resposta

Enviar um comentário